• Abra o aplicativo Debit Financiamento e clique em "Criar uma nova tabela de financiamento".


  • Preencha as informações sobre o financiamento: nome do cálculo, valor financiado, juros, número de parcelas, data de início do contrato e início do pagamento ou carência;


  • Juros: configure a porcentagem de juros e selecione a contabilização: se mensal ou anual:


  • Escolha o tabela para correção: "Price: Sistema de Amortização Francês", "SAC: Sistema de Amortização Constante" ou "SACRE: Sistema de Amortização Crescente";


  • É possível aplicar correção monetária sobre o saldo devedor. Você deve escolher o indexador e a frequência em que a parcela será recalculada;

  • Estipule uma ordem para a correção monetária. Pode-se primeiro abater a amortização e depois atualizar monetariamente o saldo devedor ou corrigir o saldo devedor primeiro e depois abater amortização;


  • Se necessário, determine a taxa percentual do IOF. Também escolha se será contabilizado ao mês ou ao ano. Configure o cálculo de IOF para: calcular sobre amortização, calcular sobre juros ou calcular sobre TACs;


  • Utilize o campo "TAC" para configurar os valores de Taxa de Administração de Crédito, caso a dívida tenha;


  • Se a sua tabela de financiamento tiver incluído seguro, configure o percentual mensal e a forma de cálculo;


  • A imagem abaixo representa a memória de cálculo final em uma versão resumida, contendo o valor financiado, juros, número de parcelas, correção monetária e demais modalidades de cálculo que foram solicitadas ao programa, como podemos consultar nos exemplos acima;


  • A versão final do cálculo traz o relatório completo, com evolução mês a mês do financiamento desde a data inicial do contrato, com a relação completa de correção monetária, amortização do saldo devedor, juros, IOF, seguro, TAC e saldo devedor.

  • Parte da memória de calculo final, para efeito de ilustração e compreensão.